Livro

Moedeiros Falsos

O livro Serra da Moeda – Patrimônio e história, organizado por Alenice Baeta e Henrique Piló com participação de 10 conhecedores da belíssima e rica região situada nas vizinhanças de Belo Horizonte, entre outros detalhes traz uma informação pouco conhecida do público. No século 18, a Serra da Moeda foi reduto de moedeiros falsos. A figura mais expressiva do grupo foi o padre Inácio de Souza Ferreira. A fábrica em que se cunhavam as peças falsificadas ficava no Vale do Paraopeba. Barras de ouro também eram falsificadas. Ainda existem ruínas da oficina instalada nas terras de uma fazenda dos Borges de Carvalho, no povoado de Jesus Maria José da Boa Vista.
As ruínas ficam ao lado da pequena Igreja de São Caetano.
●●●
O texto sobre os falsificadores que agiam na região do Paraopeba é meio complicado devido à riqueza de detalhes a respeito da atuação desses malandros, que acabaram se tornando nos mais expressivos cunhadores de moedas falsas do Brasil colônia. Sua atividade acabou dando nome à Serra da Moeda e ao município de Moeda Velha. Acabaram todos presos e condenados pela Coroa.

Fonte: Jornal Estado de Minas  06/10/2015 – Caderno Cultura – Mário Fontana

Posted in Lançamento, Livros and tagged , , .